João Bosco da Silva, Um Tropeço nos Dias Quentes

tropeco capa_pequeno.jpg

João Bosco da Silva

Um Tropeço nos Dias Quentes

poesia

Enfermaria 6, Lisboa
Julho de 2019, 108 pp

Capa de Gustavo Domingues E StudioPilha

10€


As geadas tornaram-se numa memória quente, enquanto o copo aquece,
Longe, perdido, onde só o cabelo e as unhas crescem, sem caixa e pena
E flores secas, velas, por favor, missas, até o nome se tornar um tropeço nos dias quentes.


João Bosco da Silva

João Bosco da Silva nasceu em Bragança (1985). Passou a maior parte da sua infância e adolescência em Torre de Dona Chama. Estudou no Porto. Vive na Finlândia. 

Livros de poesia: Os Poemas de Ninguém (Atelier, 2009), Disse-me António Montes (Mosaico de Palavras, 2010), Bater Palmas E Sete Palmos De Terra Nos Olhos (Mosaico de Palavras, 2011), Saber Esperar Pelo Vazio (Mosaico de Palavras, 2012), Destilações (não edições, 2014), Trepanação de Jerónimo Bosch (Mariposa Azual, 2015), Teoria da Perdição Unificada (Enfermaria 6, 2017).

Algumas participações em antologias e revistas:  Revista Inútil n.2, Meditações Sobre O Fim, HARIEMUJ,  Voo Rasante, Mariposa Azual, Caderno 3, Enfermaria 6, Flanzine 8 - Lol&Pop, Flan de Tal, Bukakke, Copus Dei, Persona, do lado esquerdo.

transferir.jpeg

Enfermaria 6: Leitura de poesia

jhyTTVO9cId0lgd2IFA0Bj1uzZ6.jpg

Dia 1 de Fevereiro, pelas 18 horas, na livraria Flâneur Bruno M. Silva, Francisca Camelo, J. Carlos Teixeira, José Manuel Teixeira da Silva, José Pedro Moreira, Pedro Braga Falcão, Rafael Mantovani, Tatiana Faia e Vítor Teves revezam-se na declamação de gesta heróica servo-croata na língua original. É possível que leiam também alguns versinhos seus.

João Bosco da Silva, Teoria da Perdição Unificada

João Bosco da Silva
Teoria da Perdição Unificada
poesia

Enfermaria 6, Lisboa,
março de 2017, 182 pp.
Capa de João Alves Ferreira

15€

[Ler e descarregar um excerto]


Para comprar
Envie-nos a sua encomenda para:
enfermariaseis@gmail.com

Oferecemos os portes de envio em compras para Portugal Continental.


João Bosco da Silva nasceu em Bragança (1985). Passou a maior parte da sua infância e adolescência em Torre de Dona Chama. Estudou no Porto. Vive na Finlândia. 

Livros de poesia: Os Poemas de Ninguém (Atelier, 2009), Disse-me António Montes (Mosaico de Palavras, 2010), Bater Palmas E Sete Palmos De Terra Nos Olhos (Mosaico de Palavras, 2011), Saber Esperar Pelo Vazio (Mosaico de Palavras, 2012), Destilações (não edições, 2014), Trepanação de Jerónimo Bosch (Mariposa Azual, 2015). 

Algumas participações em antologias e revistas:  Revista Inútil n.2, Meditações Sobre O Fim, HARIEMUJ,  Voo Rasante, Mariposa Azual, Caderno 3, Enfermaria 6, Flanzine 8 - Lol&Pop, Flan de Tal, Bukakke, Copus Dei, Persona, do lado esquerdo.

Tatiana Faia, São Luís dos Portugueses em Chamas e outros textos

Tatiana Faia
São Luís dos Portugueses em Chamas
e outros textos
contos

Enfermaria 6, Lisboa,
maio de 2016, 122 pp.
Capa de João Alves Ferreira

12€

Para comprar
Envie-nos a sua encomenda para:
enfermariaseis@gmail.com

Oferecemos os portes de envio em compras para Portugal Continental.

FOTOGRAFIA DE MELIKE SABA AKIM, EPIDAVROS, 2014.

Portugal (1986). Vive e trabalha em Oxford (Mississippi). É doutorada em Literatura Grega Antiga com uma tese sobre aIlíada de Homero (Back Across the Barrier of the Teeth. Studies on Homeric Characters: The Iliad).

Com José Pedro Moreira e André Simões editou a revista Ítaca: Cadernos de Ideias, Textos & Imagens(2009-2011). Actualmente é editora, com José Pedro Moreira, Paulo Rodrigues Ferreira e Victor Gonçalves da Enfermaria 6.

Publicou anteriormente dois livros de poemas: Lugano (2011) e teatro de rua (2013).

Os seus contos, ensaios, poemas e traduções podem ser lidos, entre outros lugares, em A Sul de Nenhum Norte, Ítaca, Caderno: Enfermaria 6, Modo de Usar & Co., Colóquio/Letras e Relâmpago.